Estados Unidos

Três passeios imperdíveis para fazer na Flórida Central

Existe uma modalidade de viagem, a qual eu considero muito interessante, que é aquela que nos permite sair dos lugares batidos e explorar o não convencional. Na Flórida, embora a maioria dos brasileiros ache que tudo se resuma a parques e compras, existem muitas coisas diferentes para explorar.

Se você já leu este texto aqui sabe que espetáculos, museus, cidadezinhas e até feiras podem ser ótimas opções de passeios para quem não curte ou não aguenta mais a tradicional programação de Orlando e região.

Agora, falarei especificamente a respeito de atrações de um pedacinho pouco conhecido pelas pessoas que vão à Flórida e que precisa estar no roteiro de sua próxima viagem: a Flórida Central. Vai anotando aí os lugares que você não pode perder.

Bok Tower Gardens

Localizado na cidade de Lake Wales – entre as cidades de Orlando e Tampa – encontra-se o belo jardim protegido por uma imponente torre, o Bok Tower Gardens. Fundado pelo imigrante holandês Edward W. Bok em 1929, o local foi um presente dele aos EUA como agradecimento, já que foi no país que o empresário viveu, enriqueceu e prosperou.

O terreno comprado por Bok, no topo da Montanha Iron, está a 90 metros acima do nível do mar e a torre possui 62 metros de altura. Toda estrutura do local, incluindo os jardins e a construção em estilo neogótico, foi idealizado para que ele pudesse se sentir mais próximo de sua terra natal, a distante e saudosa Holanda.

A torre, chamada de ‘Singing Tower (‘Torre cantante’) tem este apelido devido a seu carrilhão, um instrumento composto por um conjunto de sinos que tocam através das notas comandadas por um teclado. Os 60 sinos do local tocam diariamente às 13h e às 15h.

Uma dica: Bok gostava de encantar e queria que quem visitasse o jardim fosse impactado pela beleza do lugar. Para isso ele fez questão de uma coisa. A trilha que leva até a torre foi feita de forma que a vegetação só permite que ela seja vista por inteiro quando a pessoa está de frente para ela e pode ver sua imagem refletida no lago. A cena é realmente muito bonita e rende fotos maravilhosas.

Infelizmente, a torre é fechada para visitação e apenas convidados e associados podem visitar seu interior. No entanto, o concerto de sinos e a belíssima paisagem fazem a visita valer a pena para o público em geral.

Não perca também a belíssima casa de Charles Austin Buck, um poderoso industrial da época – não confunda com o homem que dá nome ao parque. A propriedade, a Pinewood Estate, é uma mansão de 1930 que era usada como residência de inverno por sua família. A propriedade ainda preserva os móveis e decoração originais, transportando o visitante para aquela época e faz parte do Bok Gardens desde os anos 70.

Se a dúvida é como entreter as crianças quando elas se cansarem de correr em meio ao jardim, o Bok Tower possui um grande espaço dedicado a elas. Chamado Hammock Hollow, o jardim infantil possui uma série de atividades onde os pequenos podem exercitar sua criatividade e usar a imaginação à vontade. O lugar tem o objetivo de fazer com as crianças aprendam através do poder do mundo natural e experienciem a arte de forma tátil e significativa. No espaço é possível escalar, atravessar túneis, tocar instrumentos musicais, ter contato com a água, se fantasiar, desenhar, entre outras várias atividades divertidas e interessantes.

Para visitar o Bok Tower Gardens vá sem pressa e aproveite cada detalhe ao redor: são mais de 200 mil m² de um jardim repleto de diversas espécies de árvores e pássaros. Não se surpreenda se ficar por lá várias horas para ver tudo. Se quiser aproveitar ao máximo, faça um belo piquenique ou faça uma refeição no Blue Palmetto Café, que serve um cardápio repleto de legumes e frutas, como saladas, sopas, sanduíches e sucos, tudo bem natural.

O Bok Tower Gardens funciona 365 dias por ano das 08h às 18h e o ingresso custa US$ 14,00 para adultos e US$ 5,00 para crianças de 05 a 12 anos. Se você quiser visitar também a mansão, o ingresso custa US$ 20,00 para adultos e US$ 10,00 para crianças.

Mais informações em: boktowergardens.org

Safari Wilderness Ranch

O Safari Wilderness Ranch não é um zoológico ou parque temático. Também não possui cercas, nem multidões barulhentas ou filas. No local os animais vivem em meio à natureza livremente e a sensação é que realmente estão bem cuidados, à vontade e felizes naquele ambiente. Isso é realmente um grande alívio para alguém que não suporta sequer a ideia de visitar lugares onde vivem animais em cativeiro.

Bastante distante do agito dos centros urbanos, nos arredores de Lakeland, o espaço de mais de 100 hectares é totalmente da bicharada, os humanos são meros convidados. As visitas são feitas com hora marcada com um número reduzido de visitantes e de passeios por dia. Todo este cuidado consiste em garantir que os animais não se estressem. As pessoas os observam de longe, de dentro de um caminhão conduzido por um motorista/guia experiente que faz o trajeto contando todas as curiosidades a respeito de cada espécie.

Quando se fala em safári, automaticamente as pessoas pensam em girafas ou elefantes, mas estas espécies são duas das que não existem por lá. O motivo? O Wilderness Ranch apenas possui espécies que vivem originalmente em habitats que tenham clima e vegetação semelhantes aos encontrados no centro da Flórida. No local há grandes bovinos, lhamas, avestruzes, zebras, lêmures, órix, entre outros.

O trajeto inteiro dura quase duas horas inteiras, pois é repleto de paradas nas quais o guia faz diversas explicações. No caminho é possível alimentar simpáticas lhamas. Fique atento ao charme destas danadas, pois elas não pouparão as mais encantadoras expressões para convencê-lo de lhes dar o máximo de comida que conseguirem. Também seguirão o caminhão o quanto puderem e nem tente resistir: você vai se derreter.

Você também será conquistado pela fofura dos avestruzes, outra espécie que pode ser alimentada no local. Com pernas imensas, eles chegam bem na altura das pessoas que estão no caminhão, mas não motivos para grandes alardes. No entanto é bom ficar atento para evitar eventuais bicadas. Elas podem ser um pouco doloridas, principalmente em crianças.

É importante ter consciência de que como se trata de um local onde os animais vivem soltos e não são forçados a interagir com as pessoas, cada um deles se aproxima ou não conforme deseje. Portanto, enquanto determinadas pessoas podem conseguir se aproximar de zebras ou outros animais, outras não têm tanta sorte. Tudo depende do estado de espírito do animal.

O passeio convencional, que consiste em seguir com um grupo de até 20 pessoas em um caminhão com um guia é de US$ 90. Se além disso você tiver interesse em alimentar graciosos lêmures é cobrada uma taxa extra de US$ 25,00. Os bichinhos são tão fofos, mas tão fofos, que quando as uvas acabarem você vai desejar tê-las dado mais devagar. Portanto fica aqui a dica: corte-as em pedacinhos bem pequenos!

Mais informações: safariwilderness.com

LEGOLAND

O que dizer de um lugar que te remete imediatamente à infância? Se você respondeu ‘paraíso’ acertou em cheio, pois é algo bem próximo disso mesmo, especialmente para as crianças. Colorido e fascinante, o lugar possui mais de 50 atrações voltadas para quem tem entre 2 e 12 anos, portanto nem pense em ir sem os pequenos!

Localizado na cidade de Winter Haven (a 45 minutos de Orlando), tudo ali no espaço de 600 mil m² foi projetado pensado nos pequenos e com a vantagem de ficar em um terreno arborizado que ajuda a aliviar o calor. Claro, o fato de o belíssimo Lago Eloise estar ali soprando uma deliciosa brisa, também contribui bastante nos dias quentes.

Mesmo que o foco do lugar sejam crianças, não causa nenhum espanto encontrar adultos abobalhados com cada detalhe que veem pela frente já que tudo é feito com os famosos bloquinhos.

É uma reprodução do Darth Vader ali, um dragão enorme virando à esquerda, um ninja mais adiante…
Para os adultos, sem dúvida um dos espaços mais interessantes é o ‘Miniland USA’ que utilizou mais de 30 milhões de peças de LEGO e levou dois anos para ser concluído. Neste espaço estão representados ícones arquitetônicos de várias cidades americanas como Nova York, Washington DC, San Francisco e Las Vegas.

Por lá, os visitantes conseguem ver a Estátua da Liberdade e a Golden Gate com apenas alguns passos de distância e observar cada um dos movimentos das cenas criadas ao redor das construções.

Ainda é possível acompanhar de perto uma linha do tempo que mostra os principais acontecimentos da saga Star Wars com modelos em LEGO que se movimentam com a interação do público a partir de botões. Os nerds vão à loucura!

Além dos tradicionais brinquedos, comuns em parques e que geralmente agradam às crianças, uma atração divertida que faz bastante sucesso no LEGOLAND é o ‘Pirate’s Cove Live Water Ski Show’. Se trata de um show aquático onde artistas em cima de esquis fazem acrobacias enquanto um teatrinho com uma história de pirata acontece no palco. É tudo bem infantil e as crianças podem até se molhar, o que é conveniente para o calorão que geralmente faz por lá. Claro, caso queira sair de lá seco, também é possível.

Quando o assunto é comida no LEGOLAND, embora existam opções de comidas saudáveis, é muito mais fácil encontrar snacks, sanduíches, pizzas e a famosas especialidade do local: as irresistíveis maçãs fritas. Dica: desencane da dieta e da marcação na alimentação das crianças e coma (e os libere para comer) um potinho dessas delicinhas, você não vai se arrepender.

Agora a parte crucial do passeio: a loja de presentes. Embora o parque possua sete lojas espalhadas, existe uma enorme que é onde as pessoas passam a maior parte do tempo. É nela que você vai encontrar a maior variedade de LEGOS disponíveis. Prepare-se psicologicamente para esta parte, pois será preciso. Você vai querer levar muita coisa para casa, pois os preços podem compensar bastante. O problema pode ser fazer tudo caber na mala depois, portanto: vá com calma.

Os ingressos para o parque temático saem a partir de US$ 73,00 mais taxas.

Mais informações: www.legoland.com

A jornalista Tuka Pereira viajou a convite do Visit Florida em uma parceria com a Visit Central Florida. Seu seguro-viagem foi garantido pela Global Travel Assistance.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *